Viola Davis

“I feel like my entire life has been a protest. (…) It is a part of my voice, just like introducing myself to you and saying, ‘Hello, my name is Viola Davis.’”

Viola Davis, Vanity Fair (2020)

“How To Get Away With Murder” colocou Viola Davis em horário nobre na televisão norte-americana durante seis anos. É uma série imperfeita mas muito humana. É dela que partimos no episódio #11 para reflectir sobre Viola Davis. O foco é a actriz e não a série. A mesma actriz de “Fences”, “Doubt”, “Widow” e “Ma Rainey’s Black Bottom”. A primeira mulher afro-americana a ganhar um Oscar, um Emmy e um Tony. Mas os prémios são detalhes porque a força de Viola Davis está na sua capacidade de representar a humanidade. Destacam-se duas entrevistas, é sempre enriquecedor ler ou ouvir a sua voz: a do 60 Minutes e a da Vanity Fair.

Foto: Viola Davis por Annie Leibovitz para a Vanity Fair