#17 Remar

Portugal continua a alimentar uma sociedade segregadora das pessoas com deficiência. “Crip Camp” é um documentário que nos mostra uma cenário idílico, para, a partir dele, embarcar na luta por uma sociedade com menos obstáculos. Também na cultura podemos fazer mais e melhor. O sector português começa a despertar para a questão mas ainda é feita uma proposta cultural segregadora. Destaca-se o trabalho da Acesso Cultura e da Terra Amarela, num convite ao vosso activismo. Maria Vlachou é directora executiva da Acesso Cultura e assina a Carta desta semana publicada em culturanuclear.pt. Remar” é o nome deste episódio, enquanto verbo e mote para a acção, emprestado por um verso de Silva. Agir, tomar partido, tentar compreender a vida, na sua dualidade, solidão e superação, são as motivações para ouvir temas de Joni Mitchell, Lana Del Rey, Stevie Nicks e Elton John. Fiquem connosco! 

Foto capa: Norman Lomax “Sue in the Blue”